sexta-feira, 20 de março de 2009

PROMESSA DE FOME


que sabor tem esta cor?

posso passá-la pelas mãos e cheirá-la ?

é primavera , promessa de fruto...

a terra lavrada anseia por àgua

e no céu sem horizonte

que nada traz

canções esvoaçam sem futuro.

noite-dia, dia-noite

sem aurora nem madrugada

nem um raio que parta

as raízes e suas ramificações ...

apetece-me um fim

ou então um começo,

apetece-me não sei bem o quê

mas sei o que não me apetece:

não quero nada saber

nem saber a nada

que o meu corpo seja servido

com palavras como entradas!

e sorrisos à sobremesa!


do vale...

16 comentários:

Meg disse...

Duarte,

Esta cor é assustadora, tal como o futuro que se apresenta à grande maioria de nós.
De primavera, promessa de fruto, não vejo nem sinal.
E não é à Primavera que me refiro.

Um abraço

Ana Camarra disse...

Eu também não sei bem o que me apetece, mas soube-me bem as tuas palavras.

Beijos

fénix renascida disse...

O futuro é incerto, mas uma coisa é certa: cabe a nós construi-lo. Tudo depende do que fizermos no presente, da nossa atitude diante da vida. Porque não sorrir? Afinal estamos vivos...

Ana Tapadas disse...

Mostrar o descalabro negro de um futuro que não se adivinha belo, de forma poética é muito importante.
Espero que o pior não se confirme nunca.
Beijinho

fotógrafa disse...

..e o futuro, o que é???
abraço

monge disse...

olá amigo

que as promessas se ramifiquem e que sejam concebidos os tais frutos desejados

abraço pró vale

Zorze disse...

Duarte,

Talvez não haja início nem fim.
Talvez sempre existiu.
O tudo ou o nada.
E... talvez misturados, para nos baralhar.

Abraço,
Zorze

duarte disse...

MEG
Pois esse tem sido o meu dilema...que frutos que primaveras?
nasci , pouco mais.
abraço

ANA CAMARRA
é uma grande chatiçe, andar às voltas do contentamento...e estar (às vezes quase) a um passo de ter certezas.obrigado por gostares das palavras.
abraço

Fénix
E bem vivos.
abraço

ANA TAPADAS
Somos o meio para o futuro se transformar.
abraço

FOTOGRAFA
Um prolongamento do presente.
abraço

MONGE
Ainda tenho essa esperança.
abraço

ZORZE
Isto é um determinadamente um caos.
abraço

utopia das palavras disse...

Que seja sempre um começo,pois que sem fim é a nossa esperança!

Apesar da negritude...caminhemos!

Beijos

duarte disse...

UTOPIA DAS PALAVRAS
É o melhor que temos feito, mas caminhemos lado a lado.
abraço

Zorze disse...

Tens uma prenda lá... no Extrafísico.

Abraço,
Zorze

São disse...

Penso que estamos à beira de uma viragem, pois é impossível as coisas continuarem deste jeito.
Boa semana.

samuel disse...

Também talvez não saiba o que me apetece... mas sei que o quero é "outra" coisa...

Abraço

duarte disse...

ZORZE
Já vi. eh pá não tenho muito jeito para essas coisas.
vamos ver.
abraço

SÃO
É precisamente o caminho da mudança, que temos de tomar, nem que para tal seja necessário o sacrificio de certezas que nos servem todos os dias...não nos conformarmos e provarmos outras cores.
abraço

SAMUEL
é pois ,outra coisa...que destas já nos fartamos.
abraço

Lúcia disse...

Também é promessa de vida. Com encantos e desencantos.

Abraço da serra

duarte disse...

LUCIA
é , basta saber ou por em causa tudo que sabemos.
abraço