segunda-feira, 21 de setembro de 2009

CAMPANHA


depois da minha ,

a nossa...

esta em que eu quero querer,

e que sei que tambem querem.

Nas mãos uma caneta...

na cabeça um sonho,

no corpo um medo...

e na alma um anseio.

decidir ser diferente ,

pensar que a vida é

um buril que desfaz arestas.

nos meus braços o suor

(teu, meu, nosso) do cansaço

de quem por gosto gosta

antever na vossa luta

a batalha que é nossa.

quem de rumo muda

tem no espelho um novo rosto

a face o corpo da ventura

transformando o velho em novo.

abraço do vale
(imagem surripiada em paula-travelho.sapo.pt)

20 comentários:

Cid Simões disse...

Não o venho sondar quero simplesmente agradecer-lhe a visita.

Maria disse...

Continuação de bom trabalho por aí.

Abraço daqui frente ao mar

Meg disse...

Força, Duarte!

Um abraço

Anónimo disse...

Gostei muito!
Um abraço da Lagartinha de Alhos vedros

utopia das palavras disse...

Que todos os gestos e sentimentos se galvanizem nessa transformação que tanto sonhamos!
Lutamos por ela...todos os dias!

Esta campanha, bem mais fácil que a tua!

Beijo pro vale

CRN disse...

Avante Camarada!

Ana Tapadas disse...

Que a mudança seja sempre para melhor.
bj

São disse...

Bem transmitido o anseio de mudança!
Bom regresso a este mundo internético.

Duarte disse...

Sempre gostei das palavras em castelo, postas com lógica são eloquência, e se vem dum Duarte melhor ainda.
Cumprimentos

amigona avó e a neta princesa disse...

A luta continua!

Justine disse...

A certeza da mudança, em palavras ritmadas como o tempo e belas como o outono!
Abraço

Akhen disse...

Ao que acabei de ler, eu não lhe chamaria CAMPANHA.
Duarte,
Se me permitir chamar-lhe-ia
"A cruz que pode mudar Portugal"
isto porque cruz, até rima com CDU.

Fernando Samuel disse...

Isto vai, meu amigo, isto vai...


Um abraço.

duarte disse...

Cid
e eu a pensar que pela primeira vez em ..anos ia ser sondado!
não tem de quê, aparece quando quiseres.

maria
não sei se é bom, mas não descansarei enquanto não houver consciência política.
lutarei sempre.
abraço do vale(mesmo em frente à serra)

olá lagartinha!
fico grato por gostares.
abraço do vale

utopia
a razão enrijeçe o sentimento ,de que lutar é vital.
para tua campanha, mil palavras de apreço um abraço e claro... outro beijo.

são
pois o regresso, tem sido duro.
o caminho está minado.
esperemos (para bem de TODOS) que a mudança se concretize.
abraço do vale

ana tapadas
pois para melhor está bem...
abraço do vale

duarte
obrigado.
abraço do vale

justine
era para escrevê-las numa folha seca
...mas voou.
gravei-as em tronco rijo
mas o calor doutro verão
desfez em cinza palavras minhas.
escolhi terra árida
espalhei a cinza
veio chuva
e uma a uma as palavras
brotaram em campo verde...
cada uma era uma pétala
de flores que abril
não esqueçeu.
abraço do vale

akhen
pois rima...e mudava...se mudava!!!
abraço do vale

fernando samuel
ai vai! doucement, mais sûrement...
abraço do vale

Zorze disse...

Duarte,

Dizer o quê ...?
Mais do que acreditar, tenho a convicção meridiana.

Abraço,
Zorze

duarte disse...

zorze
nunca a percas, e continuemos a acreditar.
abraço do vale

carmen disse...

Fico sem palavras diante de tanta força, crença e entusiasmo que vejo em você.
Parabéns, gsotava de conhecer mais sobre võce, pois estou do outro lado do oceano....
bjs

Vila Flor Com Futuro disse...

Parabéns pela eleição
Bom trabalho
Susana

zingara disse...

Olá Duarte
Como vais tu?
Adorei tua escrita e a complementação das imagens... Muito bom mesmo.
Espero que sigas em frente com as paragens necessárias a ti mesmo.

Com um abraço

zingara disse...

Olá Duarte!
Como vais?
Adorei tua escrita e a complementação das imagens...Muito bom mesmo.
Espero que sigas em frente com as paragens necessárias a ti mesmo.

Com um abraço