domingo, 21 de dezembro de 2008

ONDE ESTÁS?


No vale o vento não sopra

os aromas da serra são inalados noutras bandas...

os carrascos carunchosos

Puseram as suas raízes putridas

Nas belas flores da primavera deste inverno!

Há natal que de lenha necessita...

Pois no lume aceso hão de encontrar inferno!

12 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

Forte. E triste, mas é assim dura a realidade. Mas tenho dúvidas, existe o real ?

Zorze disse...

Estou aqui.

Abraço,
Zorze

Ludo Rex disse...

Bom poema... a malta anda por aqui...
Abraço

Ana Camarra disse...

Mas ficam sementes, com o calor suficiente florescem.

beijos

fotógrafa disse...

O fogo purifica...limpa..e depois é o renascimento.
Abraço

Serrana disse...

Se soubesses como li este poema... se soubesses...

Anónimo disse...

Foi na roda de amigos da Ana que me habituei a encontrar-te.
Venho desejar-te umas boas festas, que elas passem rápidamente é o que eu mais desejo.
Agora a sério, um Bom Natal, uma boa passagem de Ano e até 2009

Um abraço da Lagartinha de Alhos Vedros

utopia das palavras disse...

Haverá
sempre vento
soprando...
e o lume
ateado
encontrará
as folhas
renascidas
no inferno...!

Feliz Natal
Um beijo

duarte disse...

d.sra urtigão
não existe o real, mas sim realidades que interagem criando a dinámica vida que nos rodeia...
a minha realidade é sentir.
axiomas?não sei...tudo é revolução!
abraço do vale

zorze
pois estás companheiro,e eu vou estando...
abraço companheiro

ludo
por aqui e por ali...não é?
abraço

ana
renascem puros e novos...prontos a ser educados.
abraço do vale

fotografa
podes crer...o fogo purifica!
espero que haja iluminismo nesse renascer...

lagartinha anónima
é sempre um prazer tê-la por aqui
e tb lhe desejo tudo de melhor possível ,para esta época festiva,e que 2009 nos traga a paz da mudança.
abraço do vale

serrana
seja benvinda
só posso imaginar...um abraço fraterno.
regresse sempre que desejar.

utopia das palavras
que as encontre sempre...
abraço do vale

Ludo Rex disse...

Feliz Natal e Bom 2009
Abraços

Marreta disse...

Meia dúzia de autos de fé nunca fizeram mal a ninguém. Fogueira com eles!

Saudações do Marreta.

duarte disse...

ludo rex
igualmente.
vais ter de me explicar como funciona esse motor de busca.
outros

marreta
só nos livrava de vez desses pecadores,amem.
abraço do vale