quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

MORTE VIVIDA

QUERO VIVER
PASSEAR MEU CORPO
EM LIBERDADE
QUERO SENTIR NADA MAIS
SENÃO BRISA TERRA E MAR
SOLTO E LOUCO,QUERO OUTRO MUNDO
QUERO O MUNDO
COM OUTRAS CORES
VOAR...
VER-ME ASSIM...
UM PÁSSARO MIGRA-DOR
PINTAR O BOLOR
DOS RETALHOS CINZENTOS
COM MIL E UMA FLOR
VOMITAR
A ANGÚSTIA DO DIA RASGADO
RESPIRAR
SEM MEDO A NOITE ESCURA
QUERO
A VINGANÇA DA ALVORADA
SOBRE O OCASO...
QUERO SENTIR
EM CADA RAIO DE LUA
UM SOL VEMELHO E CALCINANTE
QUERO
E HEI-DE QUERER
MORRER VIVENDO
ENTRE CADA SUSPIRO....

do vale um abraço.

18 comentários:

fotógrafa disse...

Eu também quero suspirar de vontade de viver...
Poema muito belo...
O meu Natal foi bom sim.Com todos os que me são muito queridos, juntos...
Muita alegria pela proximidade,pelo prazer de falar, rir, abraçar...
foi um Natal muito simples, e por isso belo, como todas as coisas simples...
espero que estes dias tenham sido para ti, um bálsamo que te tenham deixado em estado de graça..rsrs... reconfortante,pois esta época não é mais altura da união da familia e amigos...
abraçito

São disse...

Assim seja!

Votos de excelente 20009|

duarte disse...

este natal foi como muitos outros , de ums anos para cá...foi mais um dia.
houve prendas e bolos,tb houve mesa farta. tive ums sms,ums telefonemas...e continuo à espera da minha estrelinha.
Mas é bom saber que te divertiste...e isso é que importa,que haja alegria e familia para sentirmos que não estamos sós.
do vale um abraço.

São
e assim é.
são momentos sentidos.
em 20009 estaremos todos espalhados pela galáxia...
são, descreva-me novoeiro...aquele físico não aquele que nos tentam impinjir...
ou melhor,viva debaixo de um novoeiro intenso durante 15 dias e depois...escreva sentindo.
mas escreva o que lhe vier à cabeça , assim de primeira,como uma rajada de metralhadora...
tansmita o que lhe vai na mente , de forma aberta,sem medo ,sem compromissos...sinta simplesmente.
devo reconhecer que não é fácil,escrever sentindo...
do vale(sob novoeiro à 15 dias e tº -4 min e 0 max)um abraço.

duarte disse...

fotografa
o 1º coment é pra ti.

fotógrafa disse...

rsrsrs...obrigada Duarte, entendi essa do comentário...rsrssrs
fico è espera da mudança...
ano novo, vida nova?!?....
abraçito e fico á espera das novidades

fotógrafa disse...

Ah..essa das temperaturas, tshhhhhhh....num tás congelado?!?....rsrsrs
abraço

fotógrafa disse...

Será que te apareceu algum alacrau no sapato???...rsrsrs
abraço

duarte disse...

photographe
les scorpions dorment en hiver...
mais un petit oiseau viens de temps en temps,grater à ma porte...
étonnant?...oui , un peu.
cherche-t'il un nid plus chaud?
peut-être...
de la vallée un à plus tard.

fotógrafa disse...

Mais oui...rsrsrs
não sabia que os escorpiões hibernavam...
os passarinhos é que costumam estar quietinhos com o nevoeiro e frio...ficam de cabecinha debaixo da asa...rsrsrs
pois...se calhar querem calor de borralhinho...rsrsrssó que ás vezes queimam as penas...e ...
abraço

R.Neves disse...

Já nao sei o que é ver o sol...
nao, nao estou cego...nem fechado...estou no vale da vilarica desde dia 19...e so vejo nOvoeiro! "caiu cá uma geada!" nem a(s) fogueira(s) de Natal nos salvou...Abraco

Zorze disse...

Duarte,

Já vivemos tantas mortes.

Quando te deitares à noite pensa em voar, em sair do corpo. Irás ter um dia uma projecção da consciência lúcida, aí constatarás que existe mais. Algo que nos transcende e que é também a nossa essência como ser.

Não tenhas medo. Ao início receia-se, principalmente se virmos pessoas da nossa família já falecidas. Mas com o tempo vai-se perdendo o medo, e entendendo o fenómeno, vamos interagindo com as situações que se nos deparam nessas ocasiões. Nunca esquecendo, que nada acontece por acaso.

Abraço,
Zorze

duarte disse...

zorze
pois companheiro,nada acontece por acaso...
mas não tenho medo,sinto é o sufoco do novoeiro...e outros tipos de sufoco...
com o tempo isto vai ao sítio.
abraço do vale

duarte disse...

r.neves
já soprou vento!alleluia!amanhã com jeitinho já se consegue ver o povo!
quanto a(s) fogueira(s) pena o (mau)vinho toldar os espíritos...
pró ano hà mais.
abraço praí.

Ana Camarra disse...

Duarte

O nevoeiro, o gelo, também me entretistecem, mas no entanto sabemos que faz falta essa morte aparente para um renascer em força, da terra, das arvores, dos animais e até de nós.
Cada dia estamos mais perto da Primavera!

Beijos

(eu sopro daqui para dispersar o teu nevoeiro)

R.Neves disse...

ja chove no vale...

São disse...

Eu não sei se conseguiria viver encerrada em nevoeiro tanto tempo:sofro de claustrofobia!!

É essa a razão de recear voos com mais de três ou quatro horas, de me ser impossível viver nos Açores, que adoro; de não ter á mínima vontade de fazer um único cruzeiro, embora seja apaixonada por viagens.

Excelente 2009 para si!

duarte disse...

ana
obrigado,esse sopro dispersou o novoeiro...
choveu...o céu pôde novamente exprimir-se.
abraço do vale

r.neves
chuveu,jantou-se e...faltou a luz!!!
f-d-p!!!
abraço daqui

são
o nevoeiro passou...quanto a viajar ,como já lhe disse, tb não posso viajar...por diversos motivos.
É a vida que tenho,e é com ela que faço dos pequenos momentos,as grandes viagens que nunca sonhei...
abraço do vale(já sem gelo nem nevoeiro)

botelha menina disse...

primo...
so de pensar k eu quase ia apanhar esse nevoeiro!!!!! ate m arrepio so de pensar.
vi as fotos no blog da nossa santa terrinha ia caindo para o lado...
santacombadavilarica.blogspot.com

ja nao sei o que é frio, deve ser das poucas coisas boas da terra dos morcegos (coimbra). apesar de estar uns oº-2º estava sol smp dava para m por ao sol com as largatixas.
so de pensar que os meus velhotes apanharam esse frio todo fico c o coraçao nas maos!!!e entao a falta de luz deixa-m doida o meu pai sem luz nao pode estar a oxigenio.
enfim... tudo passa, espero eu!!!

pena que com esse nevoeiro todo o D.sebastiao nao lhe apeteceu aparecer.
estranhamente foi a primeira coisa que m veio a cabeça kd vi uma foto do nevoeiro, deve ser do frio.

abraço para o vale