terça-feira, 25 de novembro de 2008

Jaques Brel * Ces gens-là

Aquilo que me apatece dizer...
mas sem Frida

7 comentários:

Ana Camarra disse...

Obrigado

Brel cai-me sempre bem!

1/4 de Fada disse...

Brel é imortal. Ouvi-lo é bom, mas Brel é para ser visto em palco, ao vivo. Magnífico.

Anónimo disse...

..ao vivo agora...só quando passarmos para o outro lado...rsrsrs
estou a brincar, também gosto muito de Brel
bjito

duarte disse...

ola ana
Brel a mim faz-me vibrar,e,esta letra...saída dum filme que nos vai rodeando...

1/4 de fadas
A forma como ele veste as letras,é invulgar,concordo contigo.

anónimo/a
pois se pudesse,tb o tinha visto ao vivo...mas ainda sou "um puto"...e não estou com muita pressa,alias nem que estivesse,acho que são pedro não me deixava entrar...

Círculo Literário disse...

gOSTAMOS DE APRECIAR SEU ESPAÇO... O VÍDEO TAMBÉM DE QUALIDADE!!!

Lúcia disse...

Brel, Brel, Brel, Brel... e está tudo dito:)

duarte disse...

lúcia
é........ um grande interprete,e muito mais,eterno...abraço